5 comments on “São Nuno de Santa Maria

  1. Qual pátria…?
    Isto já nem sequer é um país é um lugarejo um sitio …
    Portugal para onde vais?
    Porque insistes em esquecer o oceano onde os afogados se fartam de água?
    Nos olhos irados de ti se adivinha a ternura contudo. Mas as chusmas de lacaios só percebem os monumentos de nádegas, as objectivações de pêlos púbicos. Os cabarés imperfeitos da natureza e da essência, os bacanais onde os sexos se contorcem. Para ensaboar as orelhas da consciência acorrem reticências pornográficas, palavrões que se marcam; uivos onde se equilibram as vitalidades da Pátria dodecafónica.
    Enquanto faltam harmonias (dignidades!) pululam produções de cascas de batata e respostas a Polifemo. Alguns, enquanto descansam, insultam os inválidos e troçam das grávidas, se pudessem destruiam uma cadeira de rodas a pontapé e queimavam o berço. O conceito de Pátria regozija nestas atenções.
    A criação contínua de sentidos é o que vale, e o abono das más traduções inspira muitas originalidades. Porventura a determinação rigorosa das Europas do norte envergonha-se (quase certo) ao pé do grandioso sistema de tolices criativas e narizes ranhosos. E para tal somos imensos, como a probabilidade de senhores de gravata engraxarem sapatos de chulo.
    http://ego-nihil-dico.blogspot.com/2006/06/ptria-ditosa.html

    Retirado deste blog..um texto que retrata a dita pátria exemplarmente…

    Bem vou de férias ..até segunda…vou a Setúbal ver os velhotes e os sogros…carpe la vie…gata..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s